Logo GVP Digital

Jornada de compra: como estruturar as etapas para vender mais?

Tabela de Conteúdo

É cada vez mais comum as empresas buscarem ações criativas e eficazes para vender mais durante todo o ano, deixando de depender das datas comemorativas para ampliar seus resultados comerciais.

Entretanto, nem sempre os empreendedores se atentam a um dos processos mais importantes para ter sucesso nas vendas: a jornada de compra do consumidor. Elaborar estratégias focadas em cada etapa e utilizar a tecnologia como aliada é algo fundamental.

Se você ainda não utiliza a jornada de compra para vender mais em sua empresa, confira a seguir algumas dicas e informações que vão te mostrar a importância de planejar cada etapa desse processo. Confira!

Conheça as etapas da jornada de compra

Antes de planejar qualquer ação pensando na jornada de compra dos clientes para vender mais, é preciso entender o que é cada etapa desse processo. De uma forma geral, podemos dividir a jornada em três grandes grupos:

  1. Aprendizado e descoberta;
  2. Consideração da solução;
  3. Decisão de compra.

Para cada uma dessas etapas, as empresas devem aplicar estratégias específicas que levem o consumidor a avançar de estágio.

Conteúdos de valor em diferentes canais, ferramentas de relacionamento ágeis e bons argumentos para negociação são apenas algumas das ações que podem ser implementadas para atrair, conquistar e converter os clientes nesse processo.

Saiba como otimizar e automatizar a jornada de compra dos seus clientes

Na Era Digital, todos os processos empresariais foram impactados de alguma forma pelos recursos tecnológicos. Com a jornada de compra dos clientes não foi diferente. Hoje, por meio de plataformas de gestão, como o CRM, as empresas conseguem ter uma atuação ativa dentro da jornada do consumidor.

Ao adotar um sistema de CRM focado no cliente, é possível acompanhar toda a jornada de serviço e otimizar cada experiência para vender mais. Confira alguns recursos oferecidos pelas melhores soluções do mercado:

  • Acompanhamento da fase pré-vendas;
  • Mais assertividade com todas as informações em um só lugar, facilitando a identificação dos gargalos de vendas;
  • Possibilidade de armazenar documentos dentro das oportunidades geradas;
  • Integrações nativas com outros sistemas de ERP e e-commerce, por exemplo;
  • Controle de oportunidades de vendas através de gatilhos de informação;
  • Distribuição dos leads em filas automáticas;
  • Projetos integrados que garante o controle mesmo após a venda efetivada;
  • Acesso em tempo real ao dashboards de operação e vendas.

Você ainda não tem um CRM para te ajudar a vender mais e trilhar uma jornada de sucesso com os seus clientes? Então, clique aqui e conheça todos os recursos que o Sistema de CRM desenvolvido pela GVP pode oferecer para o seu negócio.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Posts Relacionados